Como ir a lagoa Quilotoa desde Quito

Informações úteis

*Nível de esforço físico da trilha: Baixo

*Nível de dificuldade da trilha: Mínimo (não há como se perder)

*Nível de beleza da paisagem: Médio (a melhor parte é o começo)

*Percurso total:  3km [ida e volta]

*Duração subida: 2h00

*Duração descida: 1h00

*Altitude máxima: 3900m

*Altitude mínima: 3500m

*Custo: 2 USD (entrada) + 6 USD (ônibus)

*Circuito: Não

*Itens essenciais: Chapéu, protetor solar, óculos, água e lanche.

*A lagoa não é convidativa para o banho, mas há kayaks e pedalinhos para alugar no local.

Níveis são medidos em: mínimo, baixíssimo, baixo, médio, alto, altíssimo, máximo.

 

Sobre a trilha

Quito fica localizada 150km ao norte da lagoa do vulcão Quilotoa, este fica exatamente na metade do percurso entre Quito e Baños de agua santa (uma das cidades mais turísticas do país). Em virtude disso existe bastante movimento de veículos no trajeto, a pista é bem conservada e vários ônibus saem diariamente no percurso.

Uma vez no Quilotoa a trilha é extremamente fácil de ser encontrada e bem demarcada (é impossível se perder). Juntando isso a facilidade de acesso e a distância, este se torna o roteiro perfeito para o passeio de um dia saindo da cidade. As agências de turismo te cobraram a partir de 50 USD, mas eu vou te ensinar como fazer por conta própria (também é possível fazer o passeio saindo de Baños, veja aqui como).

Por conta própria:

Vá até a rodoviária SUL (Quito tem duas rodoviárias: sul e norte) e compre uma passagem para Latacunga (cidade no entorno do vulcão), há partidas a cada hora e o ideal é tomar o ônibus entre as 8h e 9h. São os mesmos ônibus que vão até Baños (mas passagem custa 2USD e você vai descer numa parada no meio do caminho).

 

Você deve subir o viaduto e ir a pista da esquerda
Parada do ônibus na estrada em Latacunga

A foto mostra exatamente o local onde o ônibus para, algumas pessoas ficam no local vendendo lanche aos que chegam e há inclusive taxis (não perguntei o preço). Na parte esquerda da foto é a estrada até Baños, você precisa subir a calçada do lado direito até a rotatória, o ponto do ônibus fica do outro lado da rua.

A cada 30 minutos passam ônibus subindo até destino o vulcão (1 USD), você só precisa fazer o sinal e subir. O ponto final do ônibus é no topo do vulcão (3900m), nesta trilha o ponto de partida é a parte mais alta, a partir daí você desce até a cratera onde fica o lago.

Chegando no topo do vulcão, você paga o ingresso (2USD) e inicia a caminhada. Não é difícil achar o ponto de entrada, basta procurar uma escada entrando no vulcão.

O início é o melhor ponto para tirar fotos (por estar mais alto) e há 3 caminhadas disponíveis (algumas possíveis de serem feita em bicicleta) a tradicional tem 3km e dura cerca de 3 horas (1h descida + 2h de subida).

hercules admirando o quilotoa
mirante no início da trilha

Na base da cratera (3500m) é possível se banhar na lagoa (mas a água é extremamente gelada) ou fazer kayak, nesta área há também um hostel para aqueles que desejam pernoitar ali.

lagoa quilotoa

Bônus

O Equador é um dos países mais seguros e mais fáceis de pedir carona na América do Sul. Aqui a cultura da carona é bem difundida e aceita pelos motoristas, se você somar isso ao fato de o vulcão ser um ponto turístico muito importante localizado no meio do caminho entre duas das cidades mais importantes do país não é preciso dizer que é bem fácil chegar ou voltar de lá com carona. Se você está iniciando na vida de mochileiro e quer tentar carona eu super recomendo você tentar aqui. Como é interessante chegar cedo para aproveitar mais a trilha tente na volta.

Nota pessoal: eu consegui em 2 minutos.

 

 

Deixe uma resposta

About bolds

Rafael Lima, autor do tomate chinês, tem 26 anos é formado em computação e trabalha numa empresa de petróleo. Criou o site para explorar o seu potencial criativo que ficava reprimido dentro do escritório.