World Life Experience – O golpe da volta ao mundo

WORLD LIFE EXPERIENCE É UM GOLPE!

Eu li pela primeira vez sobre o world life experience em um blog de viagens mexicano, naquele momento eu busquei no google mais dados sobre o projeto e fui remetido para algumas revistas digitais com basicamente o mesmo texto em diversas línguas. Era um tanto quanto nítido que houve um “copia e cola” das matérias, mas isso é comum quando os veículos de mídia querem ser os primeiros a postar a notícia. E, assim como eles, empolgado em transmitir a notícia, ignorei uma serie de evidências que apontam para a má fé e escrevi sobre o projeto.

Entretanto eu não sou do tipo que esquece uma notícia depois que passa o “oba oba” e continuei firme buscando informações sobre o world life experiencie até que por fim cheguei à conclusão de que é um golpe! Este texto é para corrigir meu erro anterior e evitar que qualquer pessoa seja lesada por essa quadrilha virtual.

Evidências do golpe

Uma empresa que ninguém nunca ouviu falar vem com um projeto bom demais para ser verdade causando alvoroço na internet. Suspeito? Sim! Mas estamos num período onde empresas surgem do zero e viram gigantes em questão de meses (Uber, airbnb, Snapchat), então vamos dar um voto de confiança… mas os demais indícios são mais fortes.

1-     Ausência de sede física

Toda empresa precisa de uma sede né? Mesmo a mais digital das start-ups tem um escritório onde os funcionários vão trabalhar, onde as correspondências são endereçadas e principalmente, onde o governo reconhece como sede da empresa. Mas a WLE (World Life Experience) não tem. O site oficial aponta um endereço em Portugal, mas vários interessados resolveram ir ao local e não encontraram nada, a notícia do escritório fantasma começou a circular e a empresa adicionou uma nota de rodapé no site informando que não há atendimento ao público. Confira o site antes e depois da mudança.

é como dizer: “parem de nos procurar por favor”

2-     Patrocinadores desaparecendo

Quando acessei o site pela primeira vez (29 de maio) no canto inferior direito do website havia 5 patrocinadores, empresas que em teoria concordam com a ideia e estão oferecendo apoio ao projeto. Hoje (14/06) o site mostra apenas 2 empresas (das quais ninguém nunca ouviu falar também), não faz muito sentindo empresas que apoiam um projeto removerem este apoio em um intervalo de  15 dias, ainda mais considerando que o projeto só fez ganhar atenção da mídia neste período, A NÃO SER QUE o projeto esteja usando o logo e o nome destas empresas SEM O CONSENTIMENTO.

3-     Questionário defeituoso

Os “selecionados” na primeira fase foram convidados a responder um questionário para identificação do perfil do participante para fins de seleção. É normal que mesmo as maiores empresas do mundo eventualmente lançam produtos com problemas, mas se uma empresa cujo PRIMEIRO E ÚNICO serviço é a seleção de pessoas através de um questionário desenvolve um questionário defeituoso é no mínimo um indício de que eles não são capazes de fazer o que estão dizendo né. Foram centenas de reclamação na página oficial do facebook: ausência de idiomas, erros de gramática, o meu questionário (por exemplo) não salvava… após preencher completamente e clicar em salvar ele voltava com alguns campos preenchidos e outros em branco. Isso sem falar na qualidade do questionário né? 25 perguntas que qualquer psicólogo ou sociólogo vão confirmar que não avaliam em nada o perfil de uma pessoa. Porque alguém lançaria um produto tão defeituoso assim? pressa! por que pressa? ai que está o problema… se eles pretendem passar 1 ano com 12 pessoas viajando, por que tanta pressa em fazer a seleção?

4-     Logística impossível

Você já fez uma viagem de mais de 6 meses? Eu já! Minha viagem atual dura 16 meses, mas eu não comecei da noite pro dia… isso é impossível! Todo o processo de: pedir demissão do meu emprego, devolver apartamento alugado, providenciar passaporte, mochila, itens para viagem e a passagem para meu primeiro destino, levou 3 meses. O calendário do WLE começou 01/06 com as inscrições, que vão até 30/06, daí eles tem 75 dias para: selecionar, entrevistar, verificar status de saúde, realizar contratos, emitir vistos, passagens e hospedagens e preparar os 12 participantes antes do início da viagem que está marcada para 15 de setembro. A globo realiza o Big Brother a mais de 10 anos, é uma coisa muito mais simples já que todos são é brasileiros, não envolve translado e o programa dura só 3 meses. Ainda assim a globo passa 2 meses em processo de seleção. Volto a perguntar: porque tanta pressa? Medo de serem descobertos no meio do caminho?!

5-     Seguidores apenas no facebook

O projeto tem páginas nas mais importantes redes sociais, todas lançadas entre os dias 13 e 15 de abril de 2017, mas com uma pequena peculiaridade: com 1 mês de funcionamento a página do facebook atingiu a expressiva marca de 250mil likes, enquanto o instagram tem apenas 4mil seguidores e o twitter meros 800. Tamanha discrepância nos números indica que os seguidores do facebook foram comprados para a marca ganhar destaque na rede (esse tipo de comércio apesar de ilegal é bastante difundido online).

6-     Paypal bloqueou a conta da empresa

Depois de responder o questionário (se você conseguiu) você foi convidado a pagar a taxa de inscrição através do paypal da empresa, entretanto o link do próprio website direciona a doação para a conta paypal de outra empresa (uma daquelas que ninguém nunca ouviu falar). Estranho não? Mas a coisa só piora quando o paypal BLOQUEOU a conta desta empresa, sendo assim hoje (14/06) ao clicar no link para pagamento você é levado a esta página. UPDATE 01/07/17: O bloqueio da conta do Paypal durou cerca de 5 dias, a empresa encontrou alguma forma de resolver e atualmente este erro não ocorre mais.

Quer roubar dinheiro, utilize outra forma de pagamento

Bem o paypal é uma empresa que está há mais de 10 anos no mercado, eu já realizei uma dezena de transações e posso confiar na idoneidade deles, se eles tem um motivo pra desconfiar de um de seus usuários (e bloqueá-lo) eu também tenho.

7-     Nota fiscal de pagamento

Aqueles que não desistiram mesmo após todas as evidências de fraude e concluíram o pagamento, receberam um e-mail com a nota fiscal do serviço adquirido conforme a foto.

golpe com direito a nota fiscal

Note que a empresa declara um capital social de 5mil euros… Como uma empresa que tem um capital social mínimo deseja aportar um projeto que vai  custar 360mil euros (só em salários) fora as outras despesas com passagens, médicos, hospedagem, equipe, equipamento. É o mesmo que pensar que o banco vai conceder um financiamento de 50mil para uma pessoa que ganha um salário mínimo comprar um carro e pagar em 12 vezes.

Já fiz o pagamento e agora?

Se você fez o pagamento através do paypal você pode acionar o serviço de proteção ao comprador e abrir uma disputa para tentar estornar o valor pago. Neste processo você deverá escrever um texto detalhado explicando o porquê você quer o dinheiro de volta. O texto pode ser em português e você deve por todos os detalhes possíveis para comprovar que você foi vítima de um golpe, preferencialmente adicione links para este e outros textos que apontam a empresa como fraudulenta. O paypal é uma empresa séria, em situações semelhantes, eu consegui meu dinheiro de volta depois de uma semana.

Se você fez o pagamento através do cartão de crédito ou outra forma, você deve procurar o serviço de atendimento ao consumidor específico e tentar relatar o ocorrido, nestes casos a chances de reembolso são menores

Devemos denunciar a polícia?

Não vale a pena! Estamos no Brasil, a empresa está sediada em Portugal, mesmo que a polícia brasileira fosse a mais eficiente do mundo, não há nada que eles possam fazer, o melhor a fazer mesmo é compartilhar as notícias sobre a ilegitimidade da empresa e avisar os amigos mais próximos para evitar que eles sejam enganados.

Dados da empresa

Fonte:

https://www.einforma.pt/servlet/app/portal/ENTP/prod/ETIQUETA_EMPRESA_CONTRIBUINTE/nif/514109360/contribuinte/514109360/

https://www.gescontact.pt/top-experience-lda-514109360


UPDATE 16/06/2017

Diretor da World Life Experience entra em contato

Devido a repercussão negativa criada por este texto e por diversos comentários que eu deixei no facebook da empresa, o diretor e cofundador do WLE, Pedro Tinoco, entrou em contato comigo solicitando uma conversa via Skype a fim de esclarecer dúvidas e provar a seriedade e idoneidade do projeto.

Eu fiquei bastante surpreso com o contato, mas muito satisfeito de saber que existe realmente alguém por trás da empresa, que a imagem e nomes divulgados como fundadores da empresa são de pessoas reais apesar de não haver nenhum registro dos mesmos em redes sociais ou em domínio público antes da fundação do WLE.

Antes de começar o relato de como foi a conversa eu gostaria de deixar a minha opinião pessoal sobre a ideia. Como nômade digital, eu sou super a favor de iniciativas que promovam o turismo de maneira economicamente sustentável, isto é, eu apoio qualquer projeto que possibilite as pessoas viajarem de maneira econômica/rentável. Então quando uma rede de hotéis realiza um sorteio, uma companhia área oferece desconto, uma agencia de turismo brinda pacotes eu super participo/divulgo mesmo sabendo que eles não estão fazendo caridade, existe um interesse de marketing dessas companhias de divulgarem a marca e terem lucros futuros. LUCRAR NÃO É ERRADO! Errado é usar a boa fé e o sonho de muitas pessoas para obter lucro sem oferecer nada em troca, ou se utilizar de uma mentira para fazê-lo.

foto retirada do facebook do projeto

Primeiras impressões

O sr. Pedro Tinoco é tem boa oratória, seu discurso é cativante e convincente ele não demonstrou dúvida ou insegurança em nenhum momento da conversa. Mas em alguns momentos ele foi vago e como todo bom palestrante ele sabe contornar o assunto quando a pergunta não lhe favorece.

A conversa

No início da conversa ele adotou um tom um pouco mais ofensivo, disse que minhas afirmações eram difamatórias, que eu deveria ter procurado a empresa antes de trazer a público tais acusações que isso tem implicações legais. Eu entendo até porque eu também não peguei leve na publicidade negativa, feita a introdução eu expliquei para ele que minhas preocupações com respeito a seriedade do projeto têm dois fundamentos principais:

  1. A capacidade de uma empresa de capital 5000 euros sediar um projeto da ordem de centenas de milhares de euros.
  2. A falta de transparência para a seleção dos participantes, possibilitando escolha de pessoas de interesse da empresa e criando um processo injusto.

Capital da empresa

Primeiro ele tentou me convencer que o capital social não tem importância na hora de empresa financiar um projeto. MENTIRA! O capital social é o valor inicial depositado na conta da empresa por seu fundador. Em uma empresa recém-nascida e que ainda não gerou lucros, o capital social é o valor total que a empresa dispõe para fazer negócios, como então eles querem fazer um projeto com orçamento centenas de vezes maior do que o que eles têm?

A resposta dele foi: “patrocinadores

Isso é perfeitamente possível e viável. Mas ele tem o preferiu não divulgar a lista completa de patrocinadores bem como o valor aportado (o que ele tem total direito de fazer), se limitou a dizer que o principal patrocinador da empresa “é uma das maiorias cias aéreas do mundoe nos próximos 15 dias eles virão a público com esta informação. Com isso não há prova concreta da saúde financeira da empresa para realização do projeto. UPDATE 10/07/2017: O prazo informado para divulgação da suposta “cia aérea patrocinadora do projeto” era o dia 01/07/2017, e mesmo passados 10 dias a empresa não revelou nenhuma informação nova sobre patrocinadores nem nenhuma cia aérea veio a público informar apoio ao WLE

Transparência na seleção

Essa questão era praticamente impossível de ser esclarecida, todos os anos a Globo faz seleção para o BBB e todos os anos é descoberto um ou dois participantes que foram escolhidos não se inscreveram na seleção (conheciam alguém da produção). Como provar a legitimidade do processo seletivo?

Pedro respondeu que “a seleção está sendo conduzida pela CEGOC(empresa especializada em recrutamento e seleção de pessoas) que “os critérios estão bem definidos no site do projeto” e que “tem total interesse que sejam escolhidos os melhores participantes dentro do perfil informado”.

Os perfis buscados são: experiente, aventureiro, viajado, divertido, voluntário e estudante.

Todas estas definições são TOTALMENTE SUBJETIVAS, eu não sou psicólogo, sociólogo nem dono da verdade, mas nenhum teste no mundo é capaz de dentro de um grupo de 10 pessoas fazer um ranking de quem é mais aventureiro que quem… imagina num universo de milhares de inscritos. O mesmo vale para experiente, divertido e estudante (nem faz sentido dizer que fulano é mais estudante que ciclano). Você pode até fazer um teste para saber se é aventureiro ou não, mas dizer quem é mais aventureiro que quem é um critério totalmente subjetivo.

A conversa durou quase 1 hora nesse ponto e, definitivamente, ele não conseguiu me convencer da imparcialidade da seleção, na verdade em 2 momentos ele fez comentários que aumentaram as minhas suspeitas.

  • Quando falávamos dos patrocinadores ele disse: “um dos patrocinadores é uma rede brasileira de restaurantes que sugeriu nós selecionarmos dois brasileiros para que eles possam promover a marca em português”
  • Quando eu afirmei que o calendário divulgado não contempla prazo suficiente para emissão dos vistos dos participantes ele respondeu: “nossa equipe está trabalhando em paralelo para agilizar a emissão dos vistos”

É óbvio que empresas que patrocinam algum evento querem ter sua marca divulgada, também é fato recorrente empresas que doam dinheiro obterem favores em troca (na política isso é o mais comum), o fato do diretor da empresa mencionar esse acontecimento só levanta mais suspeita.

A questão dos vistos é ainda mais suspeita… como alguém vai providenciar a emissão do visto de pessoas que nem se sabe quem são ainda, não se sabe de onde são e talvez nem tenham passaporte? Quem já tirou o visto americano sabe o quanto é burocrático, eles realizam entrevista presencial e não leva menos de 1 mês para concluir o processo. A afirmação “agilizar a emissão dos vistos” só faz sentido se você de já sabe quem são as pessoas.

 

Patrocinadores

O blog Mochila Brasil entrou em contato com algumas patrocinadoras da empresa para saber sobre a relação deles com o projeto, segue abaixo as respostas obtidas

 

A Cision, respondeu: “Estamos de facto a colaborar com o projeto World Life Experience e podemos garantir-lhe que é uma iniciativa credível que está a ser promovida por um cliente nosso.(…)”. Nos enviou contato do diretor executivo do projeto a fim de obtermos mais informações. Enviamos o e-mail.

A Shorthouse, respondeu dizendo que a “relação cliente/fornecedor foi sempre muito profissional e honesta”, acrescentando: “sentimos que as pessoas que estão à frente do projecto têm intenções genuínas”.

A Cegoc, respondeu: “A Cegoc é parceira do projeto e está responsável pelo processo de seleção dos candidatos.”.

Conclusões

O fato dos responsáveis pelo projeto virem a público, expondo sua imagem, dar esclarecimentos, mostra que eles não estão planejando “fugir” com dinheiro dos participantes. Eu estou plenamente convencido que WLE vai realmente realizar uma viagem com alguma(s) pessoa(s).

Mas eu não estou convencido da imparcialidade da seleção, possivelmente existe um grupo já selecionado de pessoas e as inscrições online são apenas uma maneira de arrecadar fundos para a viagem destes. Do ponto de vista logístico é muito mais conveniente para a empresa que todos os participantes estejam morando Europa agora, desse modo: entrevistas, exames médicos, checagem de antecedentes criminais e assinatura de contratos, fica muito mais facilitada. E por ser a Europa um continente extremamente globalizado é muito fácil achar brasileiros, americanos, chineses, africanos e tantos outros morando lá e simplesmente alegar ao público que a seleção foi feita toda online.

Na minha opinião seria muito mais convincente a empresa fazer um concurso: Mandar os participantes escreverem um texto de mil palavras sobre qualquer coisa, ou simplesmente um sorteio dessa forma você tem um processo mais transparente.

De qualquer forma eu acredito que a iniciativa é válida, pode atrair mais empresas a fazer o mesmo e estimular a desenvolver o turismo. Em 2016 a indústria do turismo gerou 7.6 TRILHÕES de dólares no mundo todo todo esse tipo de projeto pode sim ser muito lucrativo.

31 comments on “World Life Experience – O golpe da volta ao mundo

  1. Contactei a empresa por email para saber que organizações são apoiadas, uma vez que no questionário surgem apenas as áreas de actuação (ambiente, social, etc.). Além disso, quando preenchi o questionário o pagamento por PayPal já não estava sequer disponível, e eu confio muito nos critérios do PayPal. Obrigado pelas informações. Tinha pensado em escrever sobre o assunto no meu blogue, mas por esta altura a empresa já deve ter recebido dinheiro suficiente para dar a volta ao mundo e até à lua.

    Vanessa

    1. Eles bloquearem meu acesso das redes sociais do projeto, desde então estou meio por fora.
      Você pode responder o questionário sem pagar (é até bom para você ver como foi algo feito por amadores) e se ainda assim quiser pagar, pode pagar (não detectei nenhum risco as informações financeiras dos participantes), mas tem que ser tipo quando um amigo seu pede pra você comprar uma rifa e você compra pra ajudar: PAGA E ESQUECE, ficar pesquisando, cobrando atualizações, correndo atrás de noticia é um estresse desnecessário (ninguém quer pagar pra ficar estressado né)

      EM TEMPO: EXISTE UMA EMPRESA BRASILEIRA FAZENDO ALGO PARECIDO E ATÉ ENTÃO EU ACRÉDITO NA IDONEIDADE DELES.
      http://dinneer.com/jobs/
      O Dinneer é uma plataforma onde você pode se inscrever para receber pessoas em sua casa e ganhar um dinheiro cozinhando para elas. É uma ideia nova mas que está virando moda e para divulgar a marca a empresa vai selecionar uma dupla para viajar o mundo “testando” o serviço (comer e viajar grátis).
      E como todo trabalho sério: a inscrição é gratuita.
      Corre lá que as inscrições terminam 11 de julho

    1. Patricia,

      Se voce pagou pelo paypal você pode fazer como eu disse no texto e acionar o serviço de proteção ao comprador em até 20 dias [se não me engano] o paypal é uma empresa muito séria e sempre que tive problemas do genero eles me devolveram o dinheiro sem muita confusão…

      relate o ocorrido com o maximo de detalhes e em uma semana eles entram em contato

      1. Oie! Li o blog início da semana, quando ao receber um email sobre a terceira etapa de seleção (sendo que já havia pago a suposta doação) fui direcionada pra um site fora do ar…que não voltava. Então…descobri que fui vítima.
        Então, seguindo a orientação, abri uma disputa no Paypal que automaticamente virou uma reclamação, mas em menos de 3 dias recebi confirmação do estorno.

        Muitoooo obrigada.

  2. Foi o que eu imaginava… pensei exatamente nisso. Na verdade isso foi uma jogada de marketing e como vc disse, eles ja tem os doze participantes com visto e tudo mais e querem arrecadar dinheiro para custear a viagem deles, porem essas pessoas devem ser conhecidos deles e nao vao ganhar isso tudo de salario, por isso acho que o dinheiro q eles arrecadaram vai dar para custear o projeto…. ou ha a hipotese tambem de que a empresa nao estava preparada pra essa repercussao toda e acabou virando essa bagunca e com relacao aos vistos, no questionario eles perguntam quantos paises voce ja visitou… se vc for pela logica, a pessoa que colocar que visitou mais paises vao ser as selecionadas, pois isso significa que elas tem muito mais chances de ter os vistos necessarios para viajar, sem que eles necessitem pagar por isso.

    1. Sergio você foi bem perspicaz: “foi uma jogada de marketing e eles não estavam preparados pra tamanha repercussão”

      Uma coisa é você ir na praça e gritar “quem quer dinheiro fácil?!?!” dai aparece uns 10 e você engana uns 3 ou 5 com um jogo de cartas,
      Se por um acaso do destino, juntar 200 pessoas na praça as pessoas vão começar a ver que tem algo errado ai, que tem uma carta na manga e você corre o risco de ser linchado.

      Eles não são bobos, com certeza estão preparando algo para acalmar os ânimos visto que a pressão popular está muito forte: a prova disso é que o lançamento foi adiado por um mês. O meu palpite é que eles estão usando o tempo extra para realmente selecionar alguém da multidão de forma que haja 3 ou 4 pessoas para testemunhar a favor do projeto

    1. Luiz, eu acompanho as páginas oficias deles nas redes sociais (Facebook, instagram e Twitter), além do site oficial

      E nenhuma dessas páginas informou uma empresa aérea como patrocinador ou colaborador mesmo passando 10 dias do prazo que me foi informado

    1. O pessoal do fantástico não sei, mas o pessoal do tomate chines tá fazendo seu trabalho =D
      compartilha a matéria com os amigos para evitar que mais pessoas sejam enganadas

  3. Olá! Vc acredita que tem algum risco para além de apenas os 9 euros pagos serem perdidos? Algo como roubarem informações, clonarem cartões/contas, etc? O risco maior seria a perda desse valor? Procurei como alguns outros comentários em sites como Exame, Uol, Catraca Livre, que são mais idôneos e, depois de vê-los divulgando, aí sim fui continuar no processo. Sua colocações são pertinentes, é realmente muito bom para ser verdade, mas de repente é um grande ideia mesmo, como vc mesmo falou. Como vc também conseguiu uma conversa com o diretor, mesmo sendo evasivo em algumas respostas, dá um pouco mais de suporte para a ideia talvez. Agradeço se houver retorno.

    1. Para quem fez o pagamento via Paypal NÃO há chance de roubarem dados de cartão de crédito… lembro que havia outra opção de pagamento mas eu desconheço a empresa e não posso falar sobre.
      Se você pegar o texto dos outros site que citou, uol, catraca livre, infomoney, exame e colocar lado a lado… vai ver que são copia e cola um do outro com algumas palavras trocadas
      A minha opinião é que não é um golpe no estilo “vamos pegar seu dinheiro e fugir” é um golpe no estilo “loteria que já tem vencedor” as inscrições são de fachada
      Se fosse um processo gratuito eu nem daria atenção, é direito de qualquer empresa escolher os funcionários como bem entender (mesmo que seja só porque a mulher é bonita, ou porque o homem é amigo do dono), mas uma vez que você pede as pagarem para poder se inscrever… É muita injustiça

      1. Obrigada por seu retorno. Confesso que estou um pouco preocupada agora. Li também alguns comentários em outros sites sobre tráfico humano (algo que realmente acontece ainda) e que eu já tinha pensado sobre. Tão complicado a gente querer tentar a sorte de participar de uma experiência aparentemente muito boa e ter medo de estar caindo em golpe, não só pela perda desse valor (o que seria de menos), mas com coisas mais sérias, tipo o tráfico. Se for “a loteria que já tem vencedor” vou considerar uma doação seja lá pra que o quem for. : (

  4. Olá, eu me inscrevi no programa, paguei a taxa e nessa semana recebi um e-mail para participar da 3ª etapa (Psychometric Test and an English language test), mas quando eu tentava entrar no link para realizar os testes aparecia uma msg de que a página estava em manutenção. Respondi o e-mail perguntando o que estava acontecendo e recebi essa resposta hoje:

    “Website maintenance

    Like all major global projects, World Life Experience has attracted a lot of attention. However, our website suffered a security breach and to protect your data, as is our focus, we decided to put the website under maintenance. It is our intention to bring this opportunity to everybody who wants to join this cause and help those in need.

    A security and technical team of experts are making sure that your data is safe. Your application fee was done through one of our payment methods (Paypal and Hipay), directly on their website. We do not store any of your payment details in our database. Also your registration is active and safe.

    We present our apologies for this inconvenience.

    Apart from all of that, we have a professional and committed team working together to keep World Life Experience´s standards and build this dream with you.

    Our website will be back to normal as soon as possible and you’ll be able to carry on with your applications!

    Love,

    The World Life Experience Team”

    Estranho ne…

    1. Eles são muito amadores Érica, como todos os recentes acontecimentos mostram…
      Não podem manter a segurança dos dados dos usuários o que dizer de passar 1 ano viajando com 12 pessoas mundo a fora? imagina se essa coisa continua:
      “dia 58 eles descobrem que o hotel cancelou a reserva e ninguém viu e os participantes tem que procurar outro lugar pra dormir… ” ou ainda
      “dia 100 um dos participantes é impedido de continuar no programa porque teve o visto negado para entrar nos estados unidos”
      “dia 37 um dos participantes descobre que tem uma alergia grave a um alimento e é internado as pressas”
      “dia 158 projeto é interrompido porque a equipe decidiu ir para a tailandia no periodo da chuva e participantes ficam ilhados”

      são tantas variaveis que é preciso realmente uma equipe séria e competente para realizar esse projeto, o que ja vimos que o WLE não é

  5. Deixei um comentário aqui, mas deu erro. Estranho xD Parece que a WLF sofreu um ataque no site ou algo do género e houve uma falha de segurança. Algumas pessoas receberam um email com as informações que elas próprias preencheram, com um aviso de que a WLF é scam (a acreditar em comentários deixados na página de Facebook da WLF). A WLF tem tido tantos erros no processo, em todas as fases, que os comentários têm inundado a página de Facebook e eles não têm tido tempo para apagar os comentários menos agraváveis.

    1. Oi Vanessa, nos últimos 3 dias com toda a confusão do WLE meu blog tem tido muitos acessos, é um site simples hospedado num lugar baratinho que não cobra nada de ninguém… com isso nos ultimos 3 dias tem acontecido muitas indisponibilidades peço desculpas

      1. Parece que a WLE só cria problema haha. Só comentei porque podia aparecer um comentário duplicado 😉 Até já escrevi um rascunho no meu blogue sobre a WLF, mas o caso cada vez fica mais complicado então vou adiando. Só pelos comentários daqui dá para ver que muito pode ainda acontecer.

  6. Recebi um email anônimo ao qual era um copy e paste de uma das etapas da pesquisa q respondi. Logo penso, se informações básicas acessíveis por qualquer mídia social e também muito claro a pessoa teve acesso a parte escrita do questionário.
    Gostaria de saber se fui a única a receber este email incriminando o projeto.

    Grata

    1. Você não foi a única Ana, eu também recebi e pelo menos 20 pessoas vieram falar comigo que receberam. A organização da empresa é inexistente veja meu exemplo:

      Eu fiz a inscrição é paguei na primeira semana, na semana seguinte eu percebi que o projeto não cheirava bem e Solicitei ao PayPal meu dinheiro de volta (você pode ver que uma semana antes de escrever o texto falando mal deles, eu escrevi um texto falando bem)

      Depois que recebi meu dinheiro de volta qual o normal? Eu perder o acesso ao sistema, mas eu continuo com acesso(até eles tirarem do ar) inclusive respondi a prova de inglês e teste psicológico

      40mil pessoas pagaram a taxa é com certeza eles não estão pronto pra ser responsável por esses dados, tão pouco por 12 viajantes

Deixe uma resposta

About bolds

Rafael Lima, autor do tomate chinês, tem 26 anos é formado em computação e trabalha numa empresa de petróleo. Criou o site para explorar o seu potencial criativo que ficava reprimido dentro do escritório.